• Empreendedor Lançado on abril 4, 2016 por Ajuda.

      Olá Cassiano!

      Você tem algo pronto pra mostrar? Algum plano de negócios ou algo já realizado anteriormente?
      Em caso positivo gostaria de saber mais a respeito.

      • 1508 Visitas
      • 3 Respostas
      • 0 Votos
    • Empreendedor Lançado on março 21, 2016 por Ideia.

        Dá uma olhada nesse site:
        https://www.bookshare.com.br/

        É uma rede social nacional para amantes da leitura que tem como principal característica o empréstimo fisico de livros.
        Estou compartilhando o site porque já o conhecia. Talvez seja importante pra você ter conhecimento disso.

        Boa sorte!

        • 3818 Visitas
        • 9 Respostas
        • 1 Votos
      • Empreendedor Lançado on fevereiro 10, 2016 por Ideia.

        Apenas observar se os preços praticados são vendáveis. Normalmente pra se garantir boas comissões aos afiliados é necessário cobrar valores acima da média de mercado.
        Hoje já existe sites do tipo WeDoLogos que fazem muita coisa por um preço muito atrativo com sua rede de colaboradores, que disputam os clientes com os melhores trabalhos apresentados.

        Sem falar que a massa dos clientes, pra esse tipo de serviço, é bem “pão-dura”, pois os caras economizam horrores justamente naquilo em que deveriam investir melhor.

        A idéia desse meu comentário é apenas mostrar um percepção que tenho (não trabalho na área), como contratante.

        Boa sorte!

        • 1633 Visitas
        • 3 Respostas
        • 1 Votos
      • Empreendedor Lançado on fevereiro 10, 2016 por Ideia.

          Mudando um pouco o direcionamento, mas ainda, de alguma forma, dentro do cerne da questão, que tal algo com um “conselheiro” 24h/dia? Alguém com quem seja possível conversar a qualquer hora e receber conselhos?
          Os “conselheiros” ao se cadastrarem no sistema ganhariam pontos por X minutos de conversa e, no final, o usuário qualificaria a “consulta”, fazendo-o que ele fosse mais ou menos requisitado por outros. As formas de rentabilidade seriam estudadas ainda, mas são inúmeras opções.

          • 1765 Visitas
          • 4 Respostas
          • 0 Votos
        • Empreendedor Lançado on fevereiro 5, 2016 por Ideia.

          Em princípio o software não precisaria saber quem é quem, isso pouparia o tempo pra o aprendizado do mesmo.

          Bastaria simplesmente criar tags (poderia até ser um número de identificação) e agrupar fotos com a mesma ID. A idéia é dar a mesma ID pra as fotos com os mesmos rostos, mesmo sem saber a quem os pertence.

          A partir disso, em um passo seguinte, a tag seria renomeada manualmente pelo operador, que agruparia todas as fotos em que a tag “Fábio” estivesse presente e agruparia dezenas (ou centenas) delas muito rapidamente, a depender do tamanho do evento. Aumentando, inclusive, o faturamento da empresa, pois o catálogo mostrado seria muito mais amplo, teoricamente, e mais breve. Podendo-se repetir o ciclo dezenas de vezes a mais mensalmente e consecutivamente deixando todos muito mais felizes.

          Fotos, em eventos principalmente, demandam uma rápida resposta pra turbinar as vendas “não programadas”. Explico… Às vezes compramos algumas fotos a mais levados pela emoção do momento. Enquanto aquilo ainda tiver algum significado pra gente. Depois a coisa vai esfriando e a gente deixa pra lá… Por essa razão, quanto mais rápida a resposta, muito melhor será.

          Essa resposta foi aceita por Alessandradeliz. on fevereiro 16, 2016 Recebeu 15 pontos

          • 2341 Visitas
          • 10 Respostas
          • 0 Votos
        • Empreendedor Lançado on fevereiro 5, 2016 por Validar.

          Recomendo visitar alguma loja de produtos naturais, que seja frequentada pelo público que você almeja, conversar com o gerente, ou proprietário, explicando as características do seu produto, sugerindo deixar algumas unidades lá por algum tempo, com alguma identidade visual e display em local específico. Precisaria de algum investimento mínimo, e necessário, entretanto você irá ter a percepção real do movimento das pessoas em relação ao produto.

          Mas antes disso, eu faria várias unidades e distribuiria para algumas pessoas próximas, ou não, gratuitamente com a condição de responderem a um rápido questionário pós-uso. Assim você teria a oportunidade de coletar as informações (feedback) de forma muito precisa e definir as estratégias de marketing após essa ação.

          Minha opinião.

          Essa resposta foi aceita por felipelooooopez. on fevereiro 5, 2016 Recebeu 15 pontos

          • 1879 Visitas
          • 3 Respostas
          • 0 Votos