Sabonete, sim, sabonete…

Bom dia pessoal!
nos últimos meses resolvi tentar transformar um hobbie em negócio, mas tenho algumas ressalvas antes e gostaria de ouvir opiniões:

eu faço uns sabonetes artesanais sem nada animal, sem nada químico, tudo bem natural, inclusive sem tinta e sem perfume, tudo vegetal!

os produtos que uso são sempre concentrados como se encontram na natureza e o processo manual garante uma qualidade superior aos sabonetes de supermercado.

existe esse apelo ecológico, meio hippie, super sustentável,

e por outro lado o preço, algumas contas minhas indicaram que cada sabonete poderá custar ate 16 (entre 13 e 22) reais de custo por sabonete.

isso o tornaria um produto de luxo? existem outras saboarias artesanais que vendem o mesmo produto, inclusive mais caro, mas eu não queria segmentar o produto como luxo…

fiz muita pesquisa e sei que o publico esta começando a se interessar por esse tipo de coisa, cosméticos que não agridem a natureza, veganos, mas acho que esse publico resistiria em pagar 15 reais em um sabonete…

voces arriscariam e trabalhariam transformando a mentalidade para que o publico entenda o produto?

outro ponto: quero segmentar para o publico masculino, sem rosa, vermelho, sem cheiros de flor… mais pesquisas e eu vi que o mercado de produtos masculinos so cresce…

quais as suas considerações sobre esse tema? sabao masculino, vegano, custo de producao alto…

Iniciante Lançado on fevereiro 4, 2016 por Validar.
Comentar
3 Respostas
    Selecionado

    Recomendo visitar alguma loja de produtos naturais, que seja frequentada pelo público que você almeja, conversar com o gerente, ou proprietário, explicando as características do seu produto, sugerindo deixar algumas unidades lá por algum tempo, com alguma identidade visual e display em local específico. Precisaria de algum investimento mínimo, e necessário, entretanto você irá ter a percepção real do movimento das pessoas em relação ao produto.

    Mas antes disso, eu faria várias unidades e distribuiria para algumas pessoas próximas, ou não, gratuitamente com a condição de responderem a um rápido questionário pós-uso. Assim você teria a oportunidade de coletar as informações (feedback) de forma muito precisa e definir as estratégias de marketing após essa ação.

    Minha opinião.

    Empreendedor Respondido on fevereiro 5, 2016

    Olha só, eu já tenho feito isso, e pergunto as coisas informalmente mesmo! Eu deveria documentar isso né…

    Eu penso em uns pontos de venda tipi lojas de roupas masculinas em bairros descolados, alternativos por exemplo, eu pensei em fugir um pouco das lojas de produtos naturais…

    on fevereiro 5, 2016.

    Isso mesmo! Documente tudo. Será importante pra você ver a evolução e montar as estratégias. Não confie apenas na sua mente pois esquecemos de muitas coisas no meio do caminho. Recomendo fortemente adotar um esquema de tarefas a fazer adotando algum aplicativo em seu celular, pra não deixar passar nada batido. Teve alguma idéia a respeito, anote imediatamente.

    Outra sugestão seria ofertar em alguns restaurantes selecionados por você, pra usar nos toaletes. Sempre no esquema de destacar a identidade visual e, nessa primeira etapa, gratuitamente. Tentar vender a idéia, aos restaurantes, do uso do produto natural e etc. Tudo isso somado aos outros procedimentos que você tem que fazer… Simultaneamente e observando (documentando) o que estão falando a respeito.

    Boa sorte!

    on fevereiro 5, 2016.
    Comentar

      Gostei bastante da ideia!

      Pontos que achei interessante

      1 – Produto tem um público bem definido
      2 – Produtos naturais estão em constante crescimento
      3 – Produtos feitos artesanalmente são considerados produtos de luxo caso use o “toque de luxo” caso contrário pode ser produto hippie
      4 – O produto tem um grande potencial de apresentação (Benefícios para a saúde, beneficio para a natureza…)
      5 – Poderia ganhar o apoio de um produto sustentável o que também está em constante crescimento

      Brainstorming

      #1 Acredito muito no potencial de uma Grife de sabonete

      #2 Um bom marketing seria a grande jogada, além da distribuição de conteúdo informativo.

      #3 Poderia iniciar com o público com maior poder aquisitivo para dar um certo poder a marca e ir expandindo

      #4 Poderia pensar também em fazer outras aplicações ao sabonete, ou utilizar a formula para desenvolver um novo produto?

      #5 Kit sabonete ecológico produtos para presente..

      #6 Se a demanda aumentasse  como seria a produção?

      #7 Se acredita na qualidade do produto preço não é impedimento para venda basta encontrar o publico certo, claro que se quiser expandir teria que desenvolver novos produtos..

      No mais acho uma ideia sensacional! sou meio suspeito para falar desse assunto já que sou um grande entusiasta de coisas ecológicas, espero ter contribuído com alguma coisa.

      Empreendedor Jr Respondido on fevereiro 5, 2016

      Perfeito Diogenes,
      Em relação às formulas, sim elas são bem versáteis, eu faço desde cremes hidratantes e shampoo até espuma de barbear, como pretendo começar sozinho resolvi focar no sabonete, reparei que as marcas que percebo como boas geralmente focam em um produto bem especifico, pelo menos no começo.

      Sobre a demanda, isso seria um ponto a ser explorado pleo marketing, já que a escassez pode ser percebida como um problema,  o produto é fresco, não tem vida de prateleira longa, o trabalho para fazer 1 kilo ou 10 kilos é o mesmo, o ponto é que ele não pode ficar estocado, então a produção vai crescendo com a demanda… agora se o crescimento for a nivel nacional, realmente eu não, o produto teria que se adaptar e talvez deixar de ser 100% natural (os conservantes teriam que entrar…)

      on março 21, 2016.
      Comentar

        Boas,

        A alguns anos fiz um trabalho de pesquisa de mercado de higiene pessoal masculina, e de fato o mercado está em bastante expansão. Inclusive, grandes marcas estão partindo pra cima desse público, como a Dove que lançou a linha masculina completa, desde sabonete a creme de cabelo haha. Em contrapartida, minha experiência como empreendedor é bastante baixa, estou começando a engatinhar no assunto haha!

        Vendo a sua ideia, meu único receio é quanto o valor.
        Apesar de estar em expansão, um sabonete que custe em torno de 300% mais caro que o da concorrência de maior marca pode ser marginalizado no mercado e disputar uma fatia muito pequena do mesmo. Acredito que mesmo aquele homem com a pegada mais sustentável e tal, vai recusar a pagar isso em um sabonete.

        Encontrei 2 pontos que tive dúvida:

        1. Você já estudou formas de baratear essa produção?
        2. Em relação a durabilidade do mesmo, ele rende como um sabonete normal ou dura mais?

        Abraços!

        Empreendedor Jr Respondido on fevereiro 4, 2016

        Se eu fizer sem aroma nenhum ele pode ficar até 50% mais barato, eu só uso óleos puros e isso inclui óleos essenciais, que são caros.

        Eu acredito mesmo que o mercado seja pequeno, mas penso que se existem outras pessoas fazendo isso é por que algum mercado existe… E eu penso mais no longo prazo, o que você acha disso?

        Mesmo que eu ganhe pouco agora conforme o tempo passa o público brinquedos mais e com a demanda aumentando o custo vai diminuindo…

        Em relação a durabilidade, olha, dura um pouco menos!

        on fevereiro 5, 2016.

        Tentei clicar em melhor resposta para os dois, depois descobri que não dava, muito obrigado pelas respostas

        on fevereiro 5, 2016.
        Comentar

        Sua resposta

        Ao responder você afirma que concorda com nossa politica de privacidade e termos de uso.