Marketplace de supermercados

Respondido

Vendo a idéia da Jéssica sobre o aplicativo para ver preços online (http://192.241.249.192/question/aplicativo-para-comparar-preco-de-supermercados/), me lembrei de uma idéia que tive algum tempo atrás.

Um portal onde os supermercados, sejam pequenos ou grandes marcas possam vender online localmente para seus clientes.

Por exemplo: Você mora em uma cidade X, ao acessar a plataforma você veria os supermercados que ali estão, e poderia fazer as compras pelo site, e depois ir somente buscar, ou pagar uma taxa de entrega.

Assim, além de ter como encontrar os produtos mais baratos, ainda evita complicações como filas gigantes.

O que eu penso que seria interessante para facilitar a vida de ambos os lados, seria ter um prazo mínimo após a compra online para que o supermercado possa separar todos os produtos (Digamos, você pode buscar 1 hora depois de comprar). E um limite máximo também depois de feita a compra para não ter problemas com horários de funcionamento.

Especialista Lançado on janeiro 14, 2016 por Ideia.
Comentar
11 Respostas
    Selecionado

    Aí, sim, vejo uma grande possibilidade do modelo ser escalável  (além de mais prático). Creio ser uma grande aposta. Mas, ainda esbarraremos no que a Jéssica levantou: a questão da comparação de preços. Vocês acham que seria possível e prático adicionar algo do tipo:
    a) O cliente envia a lista ao sistema (a plataforma);
    b) A plataforma envia  a lista aos supermercados cadastrados e que se encontram a uma distância adequada do seu raio de entrega.
    c) os supermercados retornariam ao cliente, antes da compra propriamente dita, o orçamento baseado nos produtos a serem adquiridos (como um leilão)
    c) o cliente faz a sua escolha.
    Aí, seria uma junção das idéias do João e da Jéssica com, acredito eu, grande potencial.
    Pessoal, sinceramente, em minha opinião esta é a melhor de todas as idéias que surgiram no site até agora.

    Empreendedor Respondido on janeiro 14, 2016

    Acho que o problema disso seria “Depender muito do supermercado”. O esquema do leilão vai requerer que eles tenhama alguém dedicado a isso, o que pode gerar resistência para começarem a aderir a plataforma. Mas talvez seja algo que possa ser implementado em uma versão posterior.

    Na versão “Básica”, acredito que trabalhar de modo que os proprios supermercados possam colocar os produtos/preços que querem vender online seja > O cliente escolhe e faz suas compras > enviamos a ordem ao supermercado para separar o material > cliente busca/nós entregamos, sejá um bom começo.

    Em um segundo momento uma outra idéia seria o cliente inserir sua lista de compras, e nos automaticamente encontrarmos o lugar onde a lista como um todo seja mais barata, e não “por produto”, o que seria ideal para ocmpras maiores.

    on janeiro 14, 2016.

    Sim, João, a sua versão básica proposta faz mais sentido e seria um bom MVP. Acho que o problema que a Jéssica levantou a respeito da não uniformidade ou inconstância nos preços poderia ser resolvido, para a versão básica, com o supermercado credenciado dando o aceite para os preços do site no horário da compra, independente de estarem ou não defasados (isso não seria um problema do comprador). E com certeza, o retorno do orçamento deveria se referir à compra total (acho que me expressei mal). Olha. é uma excelente idéia para um app.

    on janeiro 14, 2016.

    Eu mandei uma mensagem para a Jéssica para conversar sobre a idéia dela, quem sabe não conseguimos produzir algo?

    Muito obrigado pelos feedbacks Symon.

    on janeiro 14, 2016.
    Comentar

      Uma boa alternativa seria criar também um sistema no qual os clientes fariam as compras e alguém (equipe do sistema) ficaria responsável por  ir ao supermercado, fazer as compras e a entrega na casa do cliente.

      Empreendedor Jr Respondido on janeiro 14, 2016

      Eu pensei nisso na parte da entrega.  O responsavel pela entrega seria o time do aplicativo e não o supermercado. Mas precisaria calcular o valor do “frete” minimo para valer a pena.

      on janeiro 14, 2016.

      Concordo com todas idéias citadas anteriormente, porém acho que devido ao frete estabelecido, talvez não seria vantajoso ao cliente utilizar a plataforma se não fosse o caso de compras grandes, assim reduzindo a gama de clientes, já que muitos utilizam o supermercado para compras pequenas e rápidas. Suponhamos que a compra custasse 300 reais, e o frete fosse 5% deste valor, 15 reais. Se a compra custasse 20 reais, não seria vantajoso como você acabou de citar João. Desta forma, mesmo sendo limitado o uso do aplicativo, acha que seria viável o investimento neste?

      on agosto 26, 2016.
      Comentar

        O sistema de funcionários de entrega  poderia ser que nem do UBER,  a pessoa se cadastra para ser um funcionário de entrega, vai em algum  supermercado e liga o aplicativo, se alguém quiser fazer uma compra naquele supermercado onde ele esta, a pessoa manda a lista via aplicativo, o funcionário realiza a compra e espera o cliente chega, o cliente analisa tudo e efetua o pagamento, se estiver alguma coisa errada ela relata no aplicativo diminuindo a nota do funcionário de entrega

        Empreendedor Jr Respondido on janeiro 14, 2016

        O problema disso seria como “Nós vamos dar o dinheiro para a pessoa”, seria mmultiplas transacoes (ao menos 3 ou 4) o que minaria as taxas de lucro. Além da necessidade de termos uma combinação entre “Pessoa comprando no supermercado X online + Pessoa que está no supermercado X com o app online”.

        Acho que a idéia do Franklin de oferecermos entregadores já “contratados” seja mais viavel economicamente, mas pode ser uma “experiencia”, talvez uma parceria com o novo serviço de entregas da Amazon seja legal.

        on janeiro 14, 2016.
        Comentar

          Que ideia fantástica pessoal! Realmente muito prático, tem um grande futuro e quero acompanhar de perto a evolução da mesmo. Atualmente não tenho nenhum ponto para colaborar, além de parabenizá-los.

          Empreendedor Jr Respondido on janeiro 23, 2016

          Opa, primeiramente, obrigado pelo apoio. E sobre não ter um produto pronto, se você tiver uma idéia, por mais louca ou inicial que ela seja, posta aqui e vamos te ajudar com ela.

          Esse é o objetivo do Empreenda Junto afinal de contas.

          on janeiro 23, 2016.
          Comentar

            Eu não sei se vários supermercados fazem esse tipo de venda online. Mas em SP eu conheço a Rede Sonda que faz isso. Compra pelo site, e tem uma equipe que separa a lista comprada pelo cliente em um supermercado especifico da rede e entrega. Só nao sei os detalhes pq nunca fiz compra, só vi eles separando… que alias é tudo terceirizado.

            Algumas perguntas: Vai ser por entrega ou a retirar? Ou ambos?
            Sendo a retirar: Qual a vantagem de eu comprar via plataforma sendo que muitas vezes não haverá todos os itens da cesta que necessito, e terei que fazer encontrar uma vaga no estacionamento, procurar o item e fazer fila para pagar?
            (só quem faz compra de sabado e domingo sabe a dor de achar uma vaga de carro ou em horario pos fim de trabalho)

            Sendo a entrega: Quem entrega? A plataforma? O Supermercado? Qual o tempo maximo de entrega? Algumas horas?
            (Aqui pode entrar uma nova opcao que é o personal compras.. voce dá a lista pra pessoa, ela compra e entrega pra voce, e ela te paga uma porcetagem ou preco fixo)

            Que tamanho de cidades podem receber esse tipo de plataforma?

            Iniciante Respondido on janeiro 23, 2016

            Opa, tudo bem?

            Primeiro obrigado pelo toque da rede Sonda, irei procurar saber mais.

            Sobre retirar: Você paga online pelo proprio app, sem fila alguma, e chegando lá mostra o comprovante impresso (um e-mail) ou na tela do smartphone. Além disso, você saberia exatamente quais produtos da sua lista estÃo disponiveis para compra antes de confirmar a compra. (Nesse modelo qualquer cidade poderia ser atendida)

            Sobre entregar: É algo que precisa ser avlaiado caso a caso, minha estratégia seria atuar como o UBER faz. O serviço d entregas ser “meu” porém funcionar primeiramente em grandes centros e em seguida terceirizar outros locais.

            on janeiro 23, 2016.

            Qual o valor criado pelo serviço? Na compra ou na entrega?

            O modelo de negocios é bem diferente nas duas frentes. A estratégia é diferente pq são dois mundos diferentes.

            (Podemos discutir ambas frentes, mas voce dando norte em uma delas, vamos desenvolvendo as perguntas)

            on janeiro 24, 2016.

            Alisoshoji. A idéia é que na compra nosso cliente seja o mercado, que pagaria uma taxa (%) do valor da compra para nós.
            Já na entrega o cliente é o cliente, que paga para nós o valor do frete.

            O ganho pode ser dividido da mesma forma:
            Do comprador: Comodidade: Economia de tempo e dinheiro. Além de menos stress (não enfrenta filas).

            Do vendedor (mercado): Expandir o seu alcance, e em um médio prazo economia com pessoal (concentrando suas vendas na plataforma online), inclusive comprando acesso a nossa API para criar sua propria plataforma e poder usar a um preço fixo sem pagar uma taxa por transacao.

            on janeiro 24, 2016.
            Comentar

              A idéia eh muito boa. Porém eu não acredito que os supermercados passariam seus preços por uma questão de bussness.
              O que pode ser feito eh montar uma base ou utilizar alguma já montada (tem algum instituto, empresa ou sei lá o que) que vai a vários supermercados e levanta diversos preços.
              O problema eh que vc não vai pegar as promoções.
              E que tal um app em que vc pudesse cadastrar qualquer promoção e quando chegar a um certo raio médio, recebesse um alerta?

              Empreendedor Jr Respondido on fevereiro 2, 2016

                João, creio que essa ideia é muito valiosa e será algo comum no futuro.

                Já exite uma empresa fazendo algo muito semelhante em São Paulo, a HomeRefill.
                Esse vídeo explica bem o funcionamento: https://www.youtube.com/watch?v=fX8EaDTGfHY

                Abraços!

                Iniciante Respondido on fevereiro 14, 2016

                  Ideia muito boa! acredito que pode dar certo.
                  Talvez se você fizer uma pesquisa em alguns supermercados poderá obter feedback para melhorar sua ideia e complementá-la.

                  Empreendedor Jr Respondido on fevereiro 17, 2016

                    Oi João, Existe uma empresa que você pode dar uma olhada https://www.carrinhoemcasa.com.br/ eu acho que é um modelo de negócio inovador. quem inova tem melhores resultados e que não inova fica pelo caminho.

                    Empreendedor Jr Respondido on abril 13, 2016

                      A gente fez. Se chama Zukkin.com
                      Tem absolutamente todas as funcoes mencionadas a cima
                      O Android esta funcionando perfeito
                      O IOS esta mais ou menos
                      A pagina final entra no ar em 20 dias
                      Temos 15 franquias no mercado nacional ja e buscamos parceiros de negocios
                      Abs

                      Iniciante Respondido on dezembro 5, 2017

                      Sua resposta

                      Ao responder você afirma que concorda com nossa politica de privacidade e termos de uso.